Skip to content →

O curioso caso do serviço de primeira no Rio

O Outback Steakhouse dispensa apresentações, é quase impossível que você nunca ido a um dos seus restaurantes. Hoje vou falar da minha última visita ao do Shopping Tijuca, que nem é o da minha preferência.

Tinha tudo para ser a pior experiência porque houve algum problema que transformou a salada  “El Rancho” que eu pedi numa “El Ranchito” – porção menor, não tem frango mas sai mais depressa. Só que dessa vez baixou um santo de bom atendimento nos funcionários que me surpreendeu.

Eu estava no bar aguardando minha mesa (tinha 14 na minha frente) e quem me atendia era o Jorge. Quando ele percebeu a confusão, se desculpou e fez questão de explicar o que aconteceria em seguida, sobre refazer os pratos e foi bem honesto quanto ao prazo, que pediria prioridade à cozinha, mas isso não seria apenas um ou dois minutinhos. Cara, nessa hora ele me ganhou. Não importa quem errou, mas a segurança que o funcionário me passou quando foi transparente, me deixou tranquilo. Isso simplesmente apagou o equívoco do prato. Mais do que isso: passados alguns minutos ele retornou à mesa para informar que o prato já estava sendo finalizado, que voltaria em poucos minutos.

Cumpriu o que prometeu e voltou com nossos pratos, e nesse mesmo instante disparou o pager indicando que nossa estava finalmente liberada (estávamos no bar, lembra?). Então fomos transferidos para uma mesa no salão e passamos a ser atendidos pelo Thiago P.

Novamente, agradável surpresa! O solícito rapaz estava disponível constantemente, e era sempre muito veloz! Tudo o que foi pedido foi prontamente atendido, sem demora e com o sorriso e a cordialidade que você sempre quiz! Após a refeição nós pedimos cafés espressos. Quando ele nos serviu, trouxe também uma pequena porção de chantilly que nos ofertou e brincou:

— Sei que vocês pediram uma saladinha light e apesar do chantilly ter um pouquinho de açúcar, eu trouxe, caso vocês desejem provar. Fica uma delícia com esse café, mas fiquem à vontade.

Repare que ele percebeu o que tipo de comida que pedimos, apesar de não ter sido ele que serviu; Ele fez uma sugestão fora desse perfil, mas de forma educada e ainda nos deixou a vontade para recusar. Mas nós não recusamos, concordamos que foi mesmo uma delícia.

Aqui no Rio de Janeiro o serviço (em restaurante, lojas, posto de gasolina ou qualquer outro lugar) é terrível. Os clientes somos muito mal tratados e quem nos atende geralmente parece que está nos fazendo um favor. Então, quando acontece um evento como esses, precisa ser compartilhado. Já fizemos os devidos elogios lá no site do Outback e agora estou aqui dividindo com você leitor. Esse foi o meu caso. E você, tem uma história parecida? Conta aí, nos comentários!

Published in Cotidiano